Tuesday, January 18

O que vale mais a pena: investir em tráfego orgânico ou pago?

Uma das principais dúvidas de quem precisa gerar tráfego para sua página online é, invisto em tráfego orgânico ou tráfego pago? O principal objetivo para criar um blog, site ou perfil nas redes sociais é aumentar a visibilidade e atrair novos clientes.

Mas para atrair esses clientes em um mercado tão competitivo, é preciso aplicar algumas estratégias. Portanto, para definir qual estratégia será melhor para sua empresa, é preciso conhecer todos os pontos positivos e negativos de ambas, confira.

 

Trafego orgânico vantagens e desvantagens

Antes de se aprofundar nas vantagens e desvantagens, é preciso entender o que é trafego orgânico. O trafego orgânico está relacionado aos visitantes que chegam ao seu site ou blog de maneira espontânea. Geralmente, eles encontram sua página, após uma pesquisa no Google.

Nesse tipo de tráfego, não existe um investimento direto por visitante. Já, que o visitante chega ao seu site após pesquisar uma palavra-chave e encontrar um conteúdo que seja relevante em sua página.

Como gerar tráfego orgânico? Para gerar tráfego orgânico é preciso investir em uma combinação de técnicas. Conhecimento do público-alvo, otimização de site, textos e imagens, e conteúdo que seja relevante, que resolva uma dor.

A imagem mostra de forma reduzida o Tráfego orgânico ou o pago

 

Os temas escolhidos para construção de conteúdo devem ter como base o perfil da sua persona. Assim, é necessário criar uma estratégia de conteúdos, respeitando a jornada do cliente. A jornada do cliente, também é conhecida como etapas do funil de venda.

Como aumentar o tráfego orgânico? Existem inúmeras possibilidades para aumentar o tráfego orgânico. Mas a mais importante é conhecer sua persona, já que a partir dela, é que todo o restante será pautado.

 

As principais vantagens do tráfego orgânico:

  • Maior relacionamento com público-alvo: como é necessário criar um conteúdo que seja relevante para sua audiência, isso acaba aproximando sua empresa do cliente.
  • Perinidade: enquanto seu site estiver online, seu conteúdo estará disponível podendo atrair visitas.
  • Relevância: quando seu conteúdo alcança um bom posicionamento por meio do tráfego orgânico, ele costuma ser mais relevante aos olhos dos usuários.
  • Menor custo por lead: a geração de tráfego orgânico tem um custo menor se comparado ao tráfego pago.

Portanto, quando falamos nas desvantagens do tráfego orgânico, a principal é o tempo. Diferente do tráfego pago que as visitas são imediatas, no tráfego pago as visitas demoram um tempo para acontecer.

 

Tráfego pago vantagens e desvantagens

Agora vamos entender como o tráfego pago funciona. Como o próprio nome sugere, o tráfego chega ao seu site por meio de um anúncio. Um dos formatos mais usados é o tráfego pago para páginas do Google. Ou seja, você paga para o Google dar destaque para o seu anúncio.

  • Retorno rápido: a principal vantagem dessa modalidade é que a rapidez do retorno, assim que você liberar as campanhas, as visitas já iniciam. Assim, esse tipo de tráfego é altamente recomendado para campanhas de lançamento de produtos, por exemplo.
  • Maior alcance: se você quer expandir o alcance ou fortalecer a presença digital da sua marca, o tráfego pago é uma excelente opção.
  • Segmentação: o trafego pago permite que você direcione para quem seu anúncio será exibido, podendo segmentar melhor as informações da sua persona.

Basicamente, existem dois tipos de contratação:

CPM – Custo por mil impressões: aqui você paga pela quantidade de pessoas que visualizam seu anúncio, independente se elas clicarem ou não.

CPC – Custo por clique: você paga pela quantidade de acessos que o seu site ou blog tiver através do anúncio.

Apesar das diferenças entre o tráfego pago e orgânico, ambos têm uma coisa em comum, precisam de otimização SEO.

 

Entenda a importância do SEO para o tráfego orgânico e pago

Para que ambos tenham um bom resultado, é essencial investir em SEO. O que é otimização SEO? Se trata de um conjunto de estratégias que buscam potencializar e melhorar a posição do seu site nos mecanismos de busca.

Em ambos os casos, é necessário que você use uma palavra-chave. Na otimização SEO, para busca orgânica a palavra-chave deve ser inserida estrategicamente em todo o conteúdo do site. Mas a otimização de SEO para sites, exige também outras estratégias como relevâncias de links, autoridade do domínio, conteúdo original e de qualidade, entre várias outras.

No caso do tráfego pago, a palavra-chave de ser inserida no anúncio, para que quando o usuário digite essa palavra-chave o Google possa exibir seu anúncio. Por isso, independente da sua opção, é sempre importante contar com um serviço de SEO.

 

Qual é o mais vantajoso?

Essa é uma resposta difícil, já que será preciso analisar diversos fatores do seu negócio. Dessa forma, o ideal é que sua empresa tenha uma assessoria de uma agência de tráfego pago para ajudar a definir a melhor estratégia para sua empresa.

O importante é considerar aspectos como objetivo, urgência de resultados, custo-benefício e recursos disponíveis. Mas se pensar de maneira estratégica, ambos os tráfegos se complementam. Por isso, o ideal é que sua empresa invista em ambos os tipos de tráfegos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *